A ROTA MARIANA É CULTURA

A Rota Mariana é história viva que deve ser conhecida através do seu património, costumes e tradições. Estamos na frente de um legado cultural de uma grande riqueza: palácios, castelos, catedrais, mosteiros, museus … Escolhendo Aragão podemos descobrir um património único e paisagens diferentes a curta distância. Escreve sua história.

Aragão , o Pilar, Torreciudad, Saragoça…são lugares de culturas antigas que aguardam sua visita para mostrar esse lado tão fascinante. Conhecer o património da Rota Mariana é a melhor maneira de nos aproximarmos do segredo que esta rota guarda. Espaços únicos que unem a cultura e a devoção através de conjuntos artísticos e monumentais singulares que você só pode visitá-los aqui.
Ícone cultural desta rota é sem lugar a dúvidas Saragoça. Na margem do Ebro , Saragoça oferece um rico património histórico e artístico fruto de mais de 2000 anos de história. O proposto começa por a basílica do Pilar, templo barroco de grandes dimensões, próprias das construções bizantinas, que confere um traço majestoso ao monumento. O resultado final é um edifício imponente, graças ao volume e magnitude do conceito, à policromia das suas cúpulas, à elegância da arquitetura e às suas singulares formas. A Catedral do Salvador, monumento classificado pela UNESCO como Património Mundial da Humanidade, é um dos exemplos mais destacados do património artístico de Saragoça. As várias obras e reformas posteriores do templo permitem observar no mesmo espaço uma sobreposição de vários estilos. Neste sentido, no interior destaca-se o monumental retábulo-mor, uma importante peça da escultura gótica europeia. E no exterior vê-se o muro da capela de São Miguel (ou “parroquieta”), uma das obras emblemáticas da arte mudéjar aragonesa. Impressionante o palácio árabe da Aljaferia, património mundial da UNESCO, situado no centro de Saragoça. Inicialmente este castelo-palácio foi edificado como lugar de recreio porém, mais tarde, também serviu como edifício defensivo. É um dos monumentos mais importantes da arquitetura hispano-muçulmana junto com a Alhambra de Granada e a Mesquita de Córdoba. Como resultado das diferentes épocas vividas após a sua construção, é possível observar no seu interior salas e aposentos de diferentes escolas artísticas. Este palácio islâmico amuralhado passou por sucessivas reformas ao longo dos tempos.
Goya em Saragoça: a figura do grande pintor aragonês está intimamente relacionada com Saragoça. Francisco de Goya nasceu na pequena aldeia de Fuendetodos. Neste lugar é possível visitar a Casa Natal, o museu e o atelier de gravuras. Porém, foi em Saragoça onde deu início ao ofício de pintor. Foi um grande artista de temática religiosa, como mostra a pinturas da abóbada da asilica do Pilar: “A adoração do nome de Deus” (abóbada do templete), a 28 metros de altura e a “Regina Martyrum”, obra que o consagrou definitivamente como artista religioso. A Rota de ‘Goya em Saragoça’ conta com dois importantes espaços:
– Museu Provincial de Saragoça – Destaca pela série de retratos realizados em diferentes fases da sua carreira.
– Museu Goya – Único museu do mundo que expõe de forma permanente todas as séries de gravuras de Francisco de Goya assim como alguns dos seus quadros.
A Caesaraugustaromana foi fundada por volta do ano 15 a. C e recebeu o privilégio de ostentar o nome completo do seu fundador. A cidade romana de Saragoça, colónia imune de Roma, viveu um longo período de apogeu que trouxe consigo inúmeras obras públicas das quais, ainda hoje, é possível visitar alguns restos. A visita à Caesaraugusta romana tem por base: as muralhas, o museu das Termas Públicas, o museu do Fórum e o museu do Porto Fluvial. Além disso, o teatro de Cesaraugusta é, sem dúvida, o edifício mais grandioso e conhecido da cidade. Era um dos teatros mais colossais da Hispânia romana, com um aforo para cerca de 6000 espetadores.

Muito perto de Saragoça, direção para Torreciudad, encontramos Huesca, pequena cidade onde entre os seus edifícios de interesse estão a catedral e a Igreja de São Pedro o Velho, declarada Monumento Nacional. Depois chegamos a Jaca, cidade parte do Caminho do Santiago. Aqui podemos visitar uma verdadeira joia do românico espanhol, a Catedral de São Pedro. Este edifício, datado do século XI, é considerado um dos tesouros artísticos mais importantes de Aragão e da península, pois foi a primeira grande construção românica espanhola. É obrigatório destacar o famoso “axadrezado jaquês”, um tipo de ornamentação que simula o tabuleiro de xadrez. Por sua importância histórica e localização, o mosteiro do San Juan de la Peña aparece como um complexo monumental surpreendente.
Alquézar, Aínsa, Graus, em torno a Torreciudad, são 3 cidades magníficas dentro da lista das ‘Cidades mais bonitas de Espanha’. Uma seleção de lugares únicos que certamente não vos deixarão indiferentes e que, sem dúvida, encarnam a parte da essência de Aragão.
Ao lado Torreciudad está Barbastro, capital da região do Somontano. Entre os seus principais monumentos está a magnífica Catedral da Assunção datada do século XVI. De aparência gótica e interior renascentista, destaca pelas suas grandes dimensões e pelas suas espetaculares abóbadas de cruzeiro. Barbastro é a capital do vinho do Somontano e em cercanias existem diferentes adegas. Destacar a Rota de São Josemaria (fundador da Opus Dei nasceu em Barbastro), outra forma de conhecer Barbastro através de uma série de lugares relevantes na vida do santo.
A Rota Mariana mais cultural pode ser completada com a visita da linda cidade medievale de Roda de Isábena, con a espetacular catedral românica de São Vicente (séculos XI-XIII) e seu magnífico e pequeno claustro, o Mosteiro de Obarra, um tesouro escondido, o Castelo de Monzón ou a monumental cidade de Fonz.
—————
Para mais informação, consulte a página Turismo de Aragão

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies