LA ROTA MARIANA É GASTRONOMIA

Aragão tem uma gastronomia tão rica e variada como a sua paisagem, cultura e patrimônio, fruto de uma tradição milenar. Uma mistura de aromas e sabores perfeita para aos pratos mais saborosos da gastronomia local. Diferentes produtos e vinhos protegem verdadeiras delícias terrenas. Convidamo-lo a viver na mesa uma autêntica experiência gastronómica.

A verdade, uma das formas mais sedutoras de descobrir a cultura e os costumes da Rota Mariana por Aragão é usando os sentidos. E a melhor forma de aproveitá-los é degustando os diferentes pratos da culinária tradicional, além de outras opções mais modernas e elaboradas, evidentemente.
Em pratos de carne, uma sugestão de la Rota Marian é Aragão: o cordeiro de leite. Carne requintada feita com uma receita tradicional muito saborosa, o cordeiro de leite, animal alimentado desde o nascimento com leite e cereais, é uma carne muito delicada. O churrasco, acompanhado de batata, é um dos pratos mais típicos da gastronomia aragonesa.
Da mesma forma que o cordeiro de leite manteve os sabores de sempre, outra especialidade muito difundida ao longo da rota rivaliza por ser um produto estrela: a borragem.Este vegetal é muito saudável, requintado, delicado e nutritivo. A borragem pode ser preparada da maneira tradicional ou com receitas de vanguarda em muitos restaurantes dos Pirenéus.
O azeite de oliva, de grande qualidade, está sempre presente e integra todos os pratos incluindo as receitas de cordeiro é borragem. As pessoas aqui são exímias na forma de usar e apreciar. E os queijos! Os queijos aragoneses, feitos com receitas tradicionais, são deliciosos. Basta referirmos os queijos do Somontano, Sobrarbe, Jacetania, Ribagorza… estão por todas as partes!
Cada prato tem um vinho certo para companhia. Os vinhos nesta área são excelentes. O enoturismo é uma tendência inquestionável, e em Aragão observa-se por muito tempo uma alta demanda a este fenómeno. Muitas adegas são usualmente pequenas, artesanais, poderíamos dizer até familiares. Por outro lado, existem outros maiores e com maior capacidade. Junto a Torreciudad encontramos la Rota do Vinho do Somontano (os vinhos do Somontano, região de grande tradição vinícola, têm Denominação de Origem). Através das diferentes adegas incluidas na Rota do Somontano é possível passear pelos vinhedos, conhecer o processo de elaboração, descobrir as variedades autóctones (Cabernet Sauvignon, Merlot, Tempranillo, Chardonnay et Gewürztraminer) e claro, degustar os vinhos.
Os doces, com raízes nas muitas padarias e estabelecimentos tradicionais onde estão preparados, fazem-nos ainda hoje “dar graças aos céus”. Se tivéssemos de escolher uma seleção de sobremesas para que representassem a região, não podemos deixar de provar (na província de Huesca) «Trenza de Almudévar», «Pastel Ruso», «Lacitos de Jaca», «tortas de Ayerbe»…ou, em Saragoça, «turrón guirlache», «adoquines del Pilar» ou «Frutas de Aragón».
E finalmente, não deixar passar uma costume muito comum na gastronomia aragonesa: as «tapas». «Ir de tapas» com amigos ou familiares, indo de bar em bar e provando as especialidades de cada um. As tapas são petiscos ou pequenas porções de comida que são servidas com a bebida.. Huesca, Saragoça, Barbastro, Jaca, Alquézar, Graus, Aínsa…. são cidades muito populares para comer tapas.
Para mais informação, consulte a página Turismo de Aragão

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies